Policial militar adota cadelinha resgatada em condições de hipotermia

Animal foi encontrado dentro de um saco às margens de rodovia

Lido 372 vezes

Fotos: (Crédito: Polícia Militar)
“É preciso se sensibilizar”, disse o cabo da Polícia Militar Fernando Henrique Vello Rossaneli, que adotou uma cadelinha resgatada por ele e sua equipe em condições desumanas no domingo (4). O animal foi encontrado às margens da rodovia Euclides Figueiredo, na cidade de Tupã – interior do Estado.

Na ocasião, o PM e seus colegas de farda, cabo Paulo Barberino e os soldados Maílson Meneguini e Rodrigo de Souza, do 25° Batalhão de Polícia Militar do Interior (BPM/I), foram acionados por um popular para realizar o resgate de um cão que estava em condições precárias no meio de um canavial.

Chegando no endereço, a equipe encontrou a cadelinha dentro de um saco com a cabeça para fora, em estado de hipotermia. “Ela estava assustada e precisávamos acalmá-la. Por conta do frio, o cabo Barberino pegou a sua blusa e a cobriu para amenizar a situação”, lembrou Rossaneli.

O Corpo de Bombeiros e uma protetora de animais foram chamados e realizaram o acolhimento e transporte do animal até a clínica veterinária local. Nesse processo, o cabo Rossaneli se sensibilizou e decidiu adotar a cadelinha. “O resgate no canavial foi apenas o começo. Era preciso dar um lar e boas condições para ela. Entrei em contato com minha esposa e decidimos realizar a adoção”, contou o PM.

Rossaneli fez um apelo às pessoas que não querem mais o seu animal de estimação e também agradeceu aos que realizam atitudes como a dele, que é adotar. “Muitos animais vivem em condições precárias e, por vezes, sofrem maus-tratos. Caso o animal não te faça mais feliz, busque uma forma de adoção responsável para que ele possa ter um lar e não venha sofrer em condições desumanas”, orientou. “A adoção é importante para que a vida de cada um continue”, finalizou o cabo.

Fonte: www.ssp.sp.gov.br / Kevin Costner

Fotos: (Crédito: Polícia Militar)
Fotos: (Crédito: Polícia Militar)
Compartilhe
- Parceiros/Conveniados -


Comente